Governança Corporativa para Startups, Pequenas e Médias Empresas

Governança Corporativa para Startups, Pequenas e Médias Empresas

A governança corporativa é muito comum em grandes corporações e multinacionais. Contudo, ela também é essencial para pequenas, médias empresas e startups. Por quê? Esse exercício tem o papel de orientar empresários sobre as boas práticas de gestão e as responsabilidades assumidas pelos administradores.

Essa área de atuação do direito empresarial estabelece um direcionamento para a gestão do negócio, o relacionamento entre sócios, a diretoria e demais stakeholders (partes interessadas). Uma atuação centrada na governança contribui para obter compliance no negócio. 

Quer saber como a governança corporativa pode contribuir com a sua empresa? Explicamos tudo sobre o assunto a seguir!

O que é governança corporativa?

Ela consiste na criação de um conjunto de processos e regras a serem aplicadas na empresa para organizar a gestão. Adotar a governança corporativa é o melhor caminho para quem deseja alcançar o sucesso, pois ela leva mais agilidade às tomadas de decisão.

Como assim? A boa governança na organização coloca “ordem na casa”. Os gestores aprendem a organizar desde situações simples até as mais complexas como:

  • documentos fiscais e contábeis;
  • gestão financeira;
  • procedimentos para aprovação de pedidos;
  • processos de vendas;
  • participação dos stakeholders;
  • criação de relatórios;
  • contratação de auditorias.

Quais são os benefícios de investir em governança corporativa?

Você pode até pensar que dá muito trabalho estabelecer processos e regras dentro da organização. Mas a verdade é uma só: ela dá mais credibilidade para a empresa e autonomia para todos os envolvidos.

Imagine a seguinte situação: uma startup ou pequena empresa criada por 2 parceiros, cada um com sua expertise, tem quase tudo para dar certo. Os profissionais têm ideias inovadoras, dedicam horas do dia ao trabalho e já conseguiram “vender” o produto para muitas pessoas. Já apareceram, inclusive, potenciais investidores para o negócio, mas aí eles esbarram em problemas como desorganização financeira e ausência de processos.

Qual seria a sensação para esses parceiros ao perceber que o negócio teria tudo para ser um sucesso e só não prosperou mais rápido por falta de governança?

Esse problema é mais comum do que você pode imaginar, pois muitos empresários ficam tão envolvidos com as tarefas do dia a dia que se esquecem de analisar o cenário global da organização. Portanto, a atividade proporciona muitos benefícios para os gestores como:

  • capacidade de alinhar os interesses de diferentes stakeholders (partes interessadas) para delinear os principais objetivos da companhia;
  • transparência nas ações;
  • controle financeiro e contábil;
  • organização de documentos que facilitam a obtenção de financiamento bancário ou apoio de investidores;
  • construção de uma marca sólida no mercado;
  • compliance com atos e leis;
  • análise sobre o potencial sucessor do negócio em empresas familiares.

Quais são os princípios dessa prática?

A atuação se sustenta em 4 princípios básicos. São eles:

Transparência

Os gestores precisam ter ciência de que as informações do negócio devem ser compartilhadas com os sócios e investidores sempre que forem solicitadas.

Equidade

Os sócios e demais stakeholders são tratados de forma justa e levando em consideração os direitos, deveres e interesses de todos os envolvidos.

Accountability (Responsabilidade com Ética)

Também é dever de todos os agentes realizar a prestação de contas para os stakeholders, assumindo as responsabilidades pelas decisões tomadas e as consequências dos atos assumidos. Manter a compliance também é fundamental para quem pretende fazer a companhia crescer para negociar a venda no futuro. 

Responsabilidade

Os membros da organização zelam pela viabilidade econômico-financeira das operações, buscando sempre a melhor maneira de utilizar o capital gerado.

Como implementar a governança corporativa na empresa?

Separamos algumas ideias para ajudá-lo a implementar essa metodologia no negócio:

  • estabeleça os líderes de cada setor e deixe isso claro para todos os colaboradores;
  • acompanhe o desenvolvimento dos projetos, estabeleça metas e registre o progresso das etapas;
  • conte com o apoio de um conselho consultivo para favorecer a troca de experiências e ideias;
  • tenha transparência nas ações e solucione os conflitos de forma clara;
  • acompanhe as tendências do mercado;
  • monitore a atuação das equipes;
  • avalie os resultados alcançados.

Portanto, a governança corporativa tem o papel de organizar os processos dentro das empresas, dar mais transparência para as ações e conquistar a credibilidade perante o mercado.

O escritório de Advocacia Sander & Cella – Direito Empresarial possui uma equipe especializada de advogados, economistas, contadores e administradores, com experiência em atuar em Governança Corporativa para Startups, Pequenas e Médias Empresas. 

Ficou com alguma dúvida sobre como implementar essa prática no seu negócio? Deixe a sua pergunta no espaço de comentários ou entre em contato com nossa equipe!

Compartilhe nas redes sociais

Andrei Bueno Sander

Advogado inscrito na OAB/SC n.º 15.381, especializado em gestão empresarial pela fundação getúlio vargas, pós-graduando em direito digital e compliance pela damásio educacional. Trabalha na área do direito empresarial, auxiliando empresários e investidores desde o ano de 2000, nas esferas consultiva e contenciosa, alÉm de ministrar aulas como professor universitário e palestras em eventos estaduais e nacionais. Atua tambÉm como administrador judicial em recuperações judiciais e falências e é vice-presidente da comissão de direito digital da OAB – subseção de Chapecó – SC. É investidor anjo, mentor dos programas inovativa Brasil e finep startup e um dos idealizadores do Desbravalley - ecossistema de empreendedorismo, tecnologia, startups e inovação da região oeste de Santa Catarina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *